Rota bioceânica avança com aviso de licitação para construção da nova ponte entre Brasil e Uruguai — Ministério dos Transportes

O Gestor de frotas

Rota bioceânica avança com aviso de licitação para construção da nova ponte entre Brasil e Uruguai — Ministério dos Transportes

O Governo Federal, por meio do Ministério dos Transportes, publicou no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (12), o aviso de licitação para o edital de contratação da empresa que ficará responsável pela elaboração dos projetos básico e executivo, e pela execução das obras da segunda ponte internacional sobre o Rio Jaguarão. A estrutura vai ligar o Brasil, por Jaguarão, no Rio Grande do Sul, ao Uruguai, pela cidade de Rio Branco. O lançamento do edital está previsto para 21 de dezembro, e poderá ser acessado pelos sites www.dnit.gov.br ou www.gov.br/compras/pt-br/.

Com 419 metros de extensão e 12,7 quilômetros de acessos no lado brasileiro, a nova travessia será fundamental para a circulação de moradores da região e turistas, assim como estratégica à circulação de produtos entre Brasil e Uruguai. Com ela, o trânsito pesado da ponte Barão de Mauá – única ligação rodoviária entre os municípios atualmente – será desviado.

Fique por dentro

Inscreva seu e-mail e iremos te notificar das novidades!

Integração
A estrutura também é fundamental para pensar soluções para aumentar a integração entre as nações da América do Sul por meio de rotas rodoviárias entre os oceanos Atlântico e Pacífico. “O desenvolvimento de rotas bioceânicas é fundamental para que estejamos próximos, integrados, com mais facilidade no tráfego de pessoas e de cargas, e com as relações comerciais ainda mais estreitas, como forma de aumentar a competitividade e o desenvolvimento econômico do Mercosul”, afirmou o ministro dos Transportes, Renan Filho.


A iniciativa da segunda ponte sobre o Rio Jaguarão havia sido articulada entre os governos do Brasil e do Uruguai em janeiro, durante reunião bilateral em Montevidéu, capital uruguaia. Em maio, durante a Cúpula Anual 2023 do Fórum Internacional de Transportes (ITF – Transport Enabling Sustainable Economies), na Alemanha, o ministro Renan Filho defendeu que, sob a ótica brasileira, será essencial trabalhar em conjunto com os países vizinhos por um plano de transportes integrado, que considere a realidade de cada nação.

Assessoria Especial de Comunicação
Ministério dos Transportes

Link da matéria

Deixe um comentário