Plataforma da Senatran faz ranking dos resultados de órgãos de trânsito em busca da redução de mortes nas vias do país — Ministério dos Transportes

O Gestor de frotas

Plataforma da Senatran faz ranking dos resultados de órgãos de trânsito em busca da redução de mortes nas vias do país — Ministério dos Transportes

Criar transparência e garantir um trânsito mais seguro em todo o Brasil por meio do compromisso. Essas são as principais metas do Programa Monitora Pnatrans. Lançado em 2023, o programa funciona de maneira simples e eficaz: coletando informações dos resultados operacionais dos órgãos de trânsito de todo o Brasil e promovendo publicidade dos lançamentos realizados pelos atores envolvidos no Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans). Na prática, é uma forma de estimular a busca por trabalhos e resultados que deixem as vias brasileiras mais seguras.

E o Programa Monitora tem um objetivo claro, o de fomentar a meta do Pnatrans, que consiste em reduzir pela metade o número de mortes e sinistros de trânsito no Brasil até 2030. O projeto foi elaborado internamente pela Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), gerando transparência e uma maior qualidade de informações reportadas, além de promover suporte para a formulação de estratégias de ação pelo país. 

Fique por dentro

Inscreva seu e-mail e iremos te notificar das novidades!

“Queremos garantir transparência nas ações locais para alcançarmos resultados nacionais. O Programa Monitora não apenas enaltece as boas práticas, mas também destaca a necessidade de comprometimento. É um alerta para aqueles que não estão contribuindo com ações em prol da segurança. Com a participação de todos poderemos alcançar nossas metas e aspirações por um trânsito melhor em todo o Brasil.”, ponderou o secretário nacional de Trânsito, Adrualdo Catão.


Resultados este ano

O Programa Monitora revelou que, neste primeiro semestre de 2024, os seguintes órgãos com atuação estadual reportaram resultados operacionais dos produtos do Pnatrans: Detran-PB, Detran-PR, Detran-SC, DER-PR, PRF-SC, PRF-PR, PRF-PA, Contrandife, Cetran-SP, DNIT-RS. Houve adesão e repasse de informações ainda pelas entidades de trânsito das prefeituras de Londrina/PR e Guarulhos/SP, no âmbito municipal. As demais instituições não citadas ainda não fizeram o lançamento de informações sobre execução dos produtos do Pnatrans, referentes ao ano de 2024. 

Importante destacar que após a publicação da terceira versão do Pnatrans, regulamentado por meio da Resolução Contran nº 1.004, de 21 de dezembro de 2024, em vigor desde 2 de janeiro de 2024, a Senatran disponibiliza um novo formulário eletrônico para lançamento das informações, que permite o reporte dos resultados operacionais do Plano pelos órgãos e entidades de trânsito que possuem produtos sob sua responsabilidade. Para acessar o formulário, clique aqui.

Assessoria Especial de Comunicação

Ministério dos Transportes

Link da matéria

Deixe um comentário