ANTT lança nova plataforma do CNSO e promove avanço tecnológico na supervisão do transporte terrestre brasileiro — Agência Nacional de Transportes Terrestres

O Gestor de frotas

ANTT lança nova plataforma do CNSO e promove avanço tecnológico na supervisão do transporte terrestre brasileiro

A Agência Nacional de Transportes Terrestres lançou, nesta quinta-feira (20/6), em Brasília, a nova plataforma do Centro Nacional de Supervisão Operacional (CNSO). A ferramenta foi apresentada em um evento e representa significativo avanço tecnológico na supervisão e fiscalização dos serviços de transportes terrestres no Brasil, alinhada com os objetivos do Programa de Revolução Tecnológica (PROREV) da Agência.

No evento de apresentação da nova plataforma, foi explicada a nova dinâmica de trabalho e estratégias de atendimento do CNSO para as áreas de negócios, a orientação sobre o modelo operacional para desenvolver os projetos das superintendências com eficiência e qualidade, a demonstração da nova solução tecnológica e suas potencialidades, a aproximação do CNSO com as superintendências para identificar oportunidades de atendimento e a preparação do roadmap de entregas a ser apresentado em agosto.

Fique por dentro

Inscreva seu e-mail e iremos te notificar das novidades!

“O CNSO da ANTT tem se modernizado continuamente, fortalecendo sua integração com as concessionárias e proporcionando uma verdadeira revolução tecnológica dentro da Agência. Essa modernização permite uma maior clareza nas tomadas de decisão, resultando em soluções mais rápidas e eficientes para os usuários”, disse o diretor-geral da ANTT, Rafael Vitale.


A nova plataforma do CNSO exemplifica essa transformação ao processar, armazenar, analisar e transformar grandes volumes de dados em informações estratégicas que apoiam a supervisão e fiscalização dos serviços prestados aos usuários no transporte terrestre.

Atualmente, o CNSO é responsável por processar mais de 15 mil transações por segundo, monitorando 26 concessionárias rodoviárias federais e 16 concessionárias ferroviárias federais. Sua infraestrutura inclui 155 praças de pedágio, 2,3 mil câmeras, 347 Sensores Automáticos de Tráfego (SAT) e já acumulou 30 terabytes de dados recebidos até hoje. Com mais de 4 mil painéis, o CNSO monitora 80% do território nacional, realizando mais de 16 mil interações com concessionárias e registrando mais de 21 mil ocorrências apenas este ano. Atualmente, mais de um bilhão de veículos são monitorados, utilizando 16 links MPLS/IPCONNECT e 5 links de fibra óptica para rodovias, além de 3 conexões via VPN para ferrovias.

Sobre o CNSO e a nova ferramenta

O objetivo principal do CNSO é estabelecer um ambiente físico e tecnológico robusto, capaz de gerar conhecimento e pesquisa, facilitando a produção de soluções inovadoras que aprimoram as atividades da agência. A ANTT, por meio do CNSO, busca revolucionar os processos de supervisão, fiscalização e monitoramento, tornando-os mais ágeis, eficientes e automatizados.

Isso é alcançado por meio do processamento de dados e informações, possibilitando a criação de novos serviços e melhorando a relação com as concessionárias e a sociedade. A utilização de ferramentas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) mais modernas e inovadoras, assim como o envolvimento das pessoas que implementam as políticas públicas, são fundamentais para este processo.

A abrangência do CNSO na nova plataforma inclui a gestão de mais de 400 ativos e a supervisão de mais de 44 mil km de rodovias e ferrovias concedidas, operando 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano, sem interrupções. Além disso, 34 PPVs são monitorados e integrados via SIRAD e câmeras, proporcionando visualização remota das balanças pela SUFIS e fornecendo informações em tempo real para subsidiar as áreas fim. O CNSO utiliza algoritmos avançados para reconhecimento de placas, com suas 2300 câmeras capturando aproximadamente 120 imagens por minuto.

Atualmente com uma equipe dividida em quatro times com turnos de 12 horas, o CNSO conta com 14 colaboradores diurnos e 12 noturnos, totalizando 26 profissionais dedicados à operação contínua e atuação direta na nova plataforma. A interação do CNSO abrange nove superintendências, com destaque para SUFER, SUROD e SUFIS, e inclui o monitoramento de mídias sociais e sites das concessionárias.

O modelo de atendimento do CNSO envolve a detecção de necessidades pelas áreas, contato para discovery do escopo, identificação de necessidades de sustentação ou projeto, start do Plano Preliminar de Projeto (PPP), validação com a área requisitante, análise de viabilidade e execução do projeto via ordem de serviço.

A plataforma TIBCO, utilizada pelo CNSO, participa de três MQs: Integração de Dados, Analytics & BI, e Gestão de APIs, mostrando competência em um espectro amplo de capacidades.

“A nova plataforma do CNSO da ANTT representa um marco na inovação tecnológica da Agência, proporcionando processos mais rápidos e eficientes, aprimorando a supervisão e fiscalização dos transportes terrestres e beneficiando tanto as concessionárias quanto a população brasileira”, concluiu o diretor da ANTT Luciano Lourenço.

>>> Acesse aqui para ver todas as fotos do evento de apresentação da nova plataforma CNSO <<<

Assessoria Especial de Comunicação – AESCOM ANTT
Sala de Imprensa | Banco de Fotografias | Todas as notícias


 Instagram ●  Twitter ●  Facebook ●  YouTube ●  LinkedIn

Link da matéria

Deixe um comentário